Tags

, ,

Para quem faz compras internacionais já deve ter percebido que a Receita Federal está taxando muitos produtos, e eles estão fazendo isso, até com os pacotes que custaram menos de 50 dólares, ou seja, eles colocam os valores que acha que o produto custou, e em alguns casos eles acabam colocando valores elevedados em relação ao preço que você pagou.

Mas quando isso acontece você pode fazer um pedido de reexame, ou seja pedir para reavaliar o imposto equivocado feito pelo auditor da Receita Federal.

Como eu posso fazer um pedido de reexame

Para contestar uma tributação equivocada,você deverá se encaminhar até a agência dos correios onde se encontra a sua encomenda, levando em mãos o requerimento que você pode ver clicando aqui ou adquiri-lo nos correios.

Certifique-se de preencher o requerimento corretamente com seu nome,endereço, identidade e de ter marcado a opção “Revisão do Valor Tributado”, solicite a NTS (nota de tributação simplificada) que se encontra anexada à encomenda e coloque no requerimento o número dessa nota, fazer a justificativa do seu pedido no campo inferior do formulário, e anexar a documentação que comprova os valores efetivamente pagos

Agora é só aguardar o produto ser reavaliado e esperar que o valor abusivo seja modificado. Este procedimento pode demorar em torno de 20 a 25 dias.

O que eu devo ter para fazer essa contestação

Para fazer esta contestação é importante que você tenha toda a documentação que comprove o valor que você pagou pela mercadoria, uma cópia da fatura do cartão de crédito com a data da compra e o valor do pedido grifados, comprovante do Paypal, imagem da página do produto, nota de compra e outros, esta documentação deve ser enviada junto com o pedido de reexame. Deixe também alguma forma de contato como por exemplo, telefone celular, e-mail,etc.

Mais nem sempre contestar uma tributação equivocada é a melhor das opções pois podem ocorrer taxas de armazenagem e multas, caso o auditor indefira o pedido e a NTS chegue vencida e também pela demora pois seu pedido irá voltar para a alfândega para a revisão. E  você deve saber também que em alguns estados do Brasil é cobrado o ICMS sobre os produtos importados, desta forma além de pagar o imposto federal há também que pagar o estadual. Então se a diferença for pequena acredito que seja melhor assumir o prejuízo.

Comentem se vocês já foram tributados por preços abusivos!!